• naide2018muniz

Por que a saúde é importante para longevidade com qualidade

Ao tratar sobre longevidade, a primeira questão que nos vem à cabeça é a saúde. Afinal, a conquista dos anos a mais de vida para a humanidade se deu, principalmente, pelos avanços dos conhecimentos na área médica. Então sim, a saúde é um dos principais pilares que garante a longevidade com qualidade.


Em um período de 60 anos, entre 1960 e 2020, a expectativa do brasileiro subiu de 57 para 75 anos. É uma taxa de crescimento alta, se comparada a outros países, inclusive mais desenvolvidos que o Brasil.


Mas engana-se quem pensa que a longevidade é garantida com tratamentos durante as últimas etapas da vida. Ela deve ser construída desde o nascimento do indivíduo.


Cuidar melhor de nossas crianças, reduz as taxas de mortalidade infantil.

Manter uma alimentação saudável na adolescência evita problemas com a obesidade precoce. Controlar os níveis de estresse no trabalho protege o coração e a saúde mental.

Todos esses cuidados, lá na frente, nos farão não só viver mais, mas desfrutar com bem-estar e saúde, as etapas mais avançadas da vida. A longevidade é um processo longo e constante.



Quais desafios a saúde traz para longevidade


A medicina evoluiu. Detemos conhecimentos que antes não tínhamos, o que ampliou as ferramentas de prevenção das quais podemos lançar mão em prol da boa saúde, tais como a importância da vacinação como medida combativa de doenças infectocontagiosas.


No entanto, as doenças crônicas são, de fato, uma das marcas do envelhecimento de nossa sociedade. O diabetes, as doenças cardiovasculares (que representam 42% das causas de morte entre idosos), o AVC, as crônico-degenerativas – como Alzheimer e Parkinson – e os cânceres são algumas das principais doenças que têm acometido os idosos deste século.


A prevenção é, sem dúvida, a chave para evitar ou reduzir o risco de desenvolvê-las. Funciona assim: começamos a investir em atitudes que possibilitem guardar ativos para ter saúde, qualidade de vida, autonomia, independência e, também, reduzir o risco de desenvolver doenças comuns ao processo de envelhecimento.


Quais são esses ativos? Eles estão ligados ao nosso comportamento social, ambiental, emocional, financeiro e educacional. Incluem desde nossos hábitos alimentares à movimentação de nosso corpo e mente, para que mantenhamos nossa saúde óssea e muscular em dia, bem como nossa capacidade cognitiva (aprendizagem, memória e raciocínio).



Os 10 Mandamentos Para Viver Mais E Melhor


1) Ter uma alimentação saudável

1) Praticar atividades saudáveis

2) Dormir bem

3) Evitar álcool e cigarro

4) Manter a vacinação em dia

5) Ter espiritualidade/fé

6) Poupar ao longo da vida

7) Viver em comunidade e manter vínculos sociais

8) Ter um propósito de vida

9) Ser resiliente



Como o Instituto de Longevidade atua na frente Saúde


O Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, em suas linhas de ação, trabalha principalmente a conscientização da população sobre a importância de cuidar da saúde para garantir a longevidade com qualidade. Através de conteúdos embasados, oferecemos informação sobre as diversas formas para se cuidar do corpo e da mente, com o objetivo de garantir saúde e autonomia em todas as fases da vida.


O portal do Instituto de Longevidade possui uma editoria exclusivamente dedicada a este assunto, que contém matérias relevantes e oferece testes e outros conteúdos interativos aos leitores. Além disto, estamos presentes em redes sociais como Facebook, Instagram e Whatsapp, que nos aproximam do nosso público e nos permite compartilhar com mais pessoas, todo o material que produzimos.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo