top of page
  • fabioluporini

Desafio Geros reúne participantes de 12 a 97 anos em busca de soluções para público 50+

O Desafio Geros, realizado no último sábado (22), reuniu 60 participantes divididos em oito esquipes, todos em busca de criar soluções para problemas enfrentados pelo público com mais de 50 anos. O Desafio faz parte do Festival Sou Geros, o primeiro sobre longevidade no Paraná, cuja segunda edição será realizada nos dias 4 e 5 de julho, na PUCPR Campus Londrina. O evento é gratuito, mas o ingresso é solidário, com a doação de 1 kg de alimento. Durante o Festival Sou Geros será anunciada a equipe vencedora do Desafio Geros.


“De todos os desafios que já fizemos, esse foi o mais marcante, porque ele realmente nos desafiou a criar metodologias que pudessem contemplar o público intergeracional, desde o garoto de 12 anos até a senhora de 97”, afirma Ana Paula Murakawa, representante da Decola Academy, que organizou o Desafio Geros. Segundo ela, os participantes relataram que a diferença de idade gerou conflitos positivos no sentido de estimular as equipes a criarem coisas que não imaginariam criar não fosse esse contato. Entre as soluções apresentadas, diferentes áreas e inovações. Uma equipe criou uma marca de roupas com design porque ouviu as demandas do público 50+ de que só existem roupas para “vovozinhas”.



Outro grupo pensou num “coliving”, um tipo de comunidade de moradia compartilhada de um determinado público. No caso, condomínios pensados para a geração com mais de 50 anos, onde estão reunidos diversos serviços necessários num mesmo ambiente. Também foram criadas soluções tecnológicas, entre elas um aplicativo para ajudar no controle do uso de remédios e atividades que precisam ser feitas na área da saúde, além de uma assistente virtual para ajudar as pessoas com mais de 50 anos a usarem os diferentes aplicativos e tecnologias virtuais. A equipe vencedora será conhecida no Festival Sou Geros.


Participantes intergeracionais

Henrique foi o participante mais novo, com 12 anos de idade. Ele é estudante do Colégio Estadual Professora Ubedulha Correia de. Oliveira e foi convidado pela professora, a pedagoga Paula Daiane Muniz Stein. Ela conta que Henrique estuda numa turma voltada a alunos com altas habilidades. “Ele mexe com binários, faz jogos e eu perguntei se ele queria participar, ele quis”, conta. Outros alunos também participaram. “Eles gostaram, se integraram super bem e querem participar de novo”, afirma.


Já Aki Misato foi a participante mais velha. Ela completou recentemente 97 anos. Quem a levou foi o filho Reinaldo Kunioshi. Embora eles tenham ficado pouco tempo no Desafio Geros, Aki gostou muito de participar. “A participação foi muto pequena, mas ela gostou demais. Ela não ouve bem, então a gente tem que assessorar. Ela ficou conversando com a Rosângela [uma participante de uma das equipes]”, conta o filho. Aki é imigrante japonesa, chegou ao Brasil com 6 anos de idade, fez o curso primário e é costureira aposentada. Ano passado ela e o filho participaram da primeira edição do Festival Sou Geros.


Festival Sou Geros

O Festival Sou Geros é considerado o primeiro sobre longevidade no Paraná, trazendo diversos eixos temáticos, entre eles questões de saúde, psicossociais, de convivência, temas ligados ao direito, moradia e mobilidade, além do turismo e de exemplos de sucesso e vitalidade após os 50 anos. Os convidados sempre são especialistas em suas respectivas áreas, compartilhando conteúdos de relevância com o público. Pioneiro, nesta segunda edição, o festival se firma no calendário anual de Londrina e do Paraná.


As inscrições podem ser feitas no site do Festival Sou Geros (www.sougeros.com.br) ou nas lojas da Ótica Visolux (R. Souza Naves, 364 e 422, e Av. Ayrton Senna, 677). O ingresso gratuito é solidário e a organização pede que cada inscrito leve 1 kg de alimento, que será dado a entidades assistenciais, através do projeto Mesa Brasil, do Sesc. Entre os patrocinadores do evento estão PUCPR Campus Londrina, Sesi, Ótica Visolux, Grupo Mais Saúde, AYoshii, Hoftalon Clinic, Uniodonto Londrina, Unimed, Sicoob Ouro Verde, Sinduscon, Studio MASTER +, Rossetto Seguros, ABRATIC e TI Paraná.


Já os apoiadores são: Prefeitura de Londrina, Secretaria Municipal do Idoso, Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa do Paraná, , OAB Londrina - Comissão de Direitos da Pessoa Idosa, Sebrae, Sesc, Senac, Sesi, Associação Médica de Londrina, Grupos Mulheres do Breasil Londrina, Projeto Cefe, APL Tic Londrina, Assespro PR, Estação 43, Decola Startup, Paiquere 91,7, Instituto Não Me Esqueças, Folha de Londrina, Midiograf, MasterCare, Conacare, Hub Longevidade, Admita, Refriko, Hachimitsu, Companhia Flamenca Ana Paula Minari, 3 Arq Eventos, Fábio Luporini, Forti Comunicação e Valéria Furlan.



136 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page